Escolher o nome de um negócio é uma das decisões mais essenciais que um empreendedor deve tomar. Logo, optar por um nome ruim poder ser um problema na hora de consolidar sua marca no mercado!

Esse processo de escolha deve ser realizado com bastante cuidado, além de muita dedicação e pesquisa, pois nomear sua empresa não é uma escolha aleatória, ela precisa estar alinhada ao que você está oferecendo.

Ademais, o nome da sua empresa é o primeiro contato que o cliente tem com os seus serviços ou produtos, logo, o seu trabalho deve ter a capacidade de transmitir os valores e qualidades que o público deseja!

Então, sabendo disso, que tal conhecer algumas premissas para escolher o nome da empresa corretamente?

1. Considere o perfil dos seus clientes

Você precisa saber o perfil dos seus clientes, pois cada perfil apresenta características e demandas diferentes.

O seu público tem hábitos de consumo determinados e procura saciar estes hábitos procurando por uma empresa que os atenda. Por exemplo, uma pessoa vegana vai procurar por restaurantes que tenham opções ou sejam exclusivamente veganas, e qual a maneira de ser uma referência para esse público senão pelo nome do seu estabelecimento?

Por isso, é preciso buscar características dentro do perfil do seu consumidor que possam ser usadas para o nome da sua empresa e, assim, o público se identificar com a sua marca, criando um laço de preferência.

2. Procure escolher um nome que faça sentido

Uma denominação que faça algum sentido vai facilitar esse trabalho para sua empresa, pois assim será mais simples para o público-alvo associar com os serviços ou produtos que você está oferecendo.

Contudo, não é preciso que ele esteja diretamente ligado a algum atributo do seu trabalho, o nome do seu negócio também pode ter coerência se despertar no cliente alguma sensação ou sentimento.

Por exemplo, algumas marcas de amaciantes relacionam aos seus nomes palavras como leve, macio ou delicado, que despertam no leitor um sentimento ligado ao conforto.

Nesse sentido, quando for escolher a sua nomenclatura, dê características sobre o que sua empresa oferece ou que reflita a imagem que se deseja passar com a sua empresa aos seus clientes.

3. Opte por um nome fácil de escrever e de pronunciar

A denominação que você escolher deve ser essencialmente simples, com facilidade de pronunciar ou de escrever.

A pronúncia pode afetar a vontade dos seus consumidores de pedir pela sua marca oralmente ou por escrito caso ela possua um nome muito complexo. Assim, as pessoas vão somente evitar requisitá-la.

É preciso estar consciente de que quem deve achar o nome difícil são os seus clientes, e não você!

Uma boa prática para saber se o nome escolhido é difícil ou não é perguntando para outras pessoas, desde aqueles que compõem o seu público até pessoas de perfis parecidos e analisando a reação deles.

E se ele for difícil de escrever, você pode ter problemas na procura dos seus serviços, pois seu público provavelmente não conseguirá achar informações devido à escritura errada da sua marca!

4. Verifique a disponibilidade das suas escolhas

Do que adiantaria escolher o nome ideal se ele não estiver disponível? Por isso, você deve pesquisar se o domínio ao nome que escolheu já não está registrado por outra empresa.

Nesse sentido, procure resgatar as listas de nomes de outros negócios, pesquise em sites de busca de registros, redes sociais ou páginas antes de escolher definitivamente o seu, justamente para evitar plágio ou repetições!

Após isso, você poderá registrar a nomenclatura optada no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) e, assim, garantir o nome desejado para a sua empresa.

Por fim, com essas premissas essenciais e lembrando a importância que se tem a denominação, você vai poder escolher o nome da empresa corretamente sem ter problemas futuros no mercado de trabalho.

Gostou do nosso post? Então que tal nos seguir nas redes sociais e ficar por dentro de conteúdos semelhantes? Estamos no LinkedIn, Facebook, Instagram, Behance e Twitter!

quer saber das novidades?

assine nossa newsletter