O setor de serviços é o mais importante para a economia brasileira. Responsável por cerca de 70% do PIB (Produto Interno Bruto), segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a prestação de serviços é fundamental para que a roda que movimenta o país continue girando.

Em época de recessão e crise econômica, no entanto, o setor de serviços é um dos mais prejudicados. Segundo especialistas, a área é, normalmente, a primeira a ser afetada por qualquer tropeço na economia e uma das últimas a conseguir se recuperar por completo.

Nesses momentos, a qualidade do serviço que está sendo prestado é o grande diferencial que pode ser oferecido ao consumidor — e um fator determinante para a sobrevivência ou não de um negócio.

E é justamente nesse ponto em que o design se faz presente: na melhoria da prestação de serviços. Neste post vamos mostrar como a aplicação do design pode tornar um serviço melhor com o desenho dos processos e um pensamento focado no cliente. Confira!

Prestação de serviços com qualidade

A prestação de serviços é um setor amplo. Ela vai desde o profissional autônomo até uma empresa de tecnologia com vários colaboradores. Independentemente do tamanho do negócio, de quantas pessoas estão envolvidas e quantas são atendidas, todos têm processos. E todos têm a ganhar com a ajuda do design no desenho desses processos.

Para prestar um serviço de qualidade, é preciso ter definido:

  • quem é o cliente;
  • como prospectar esse cliente;
  • como entender o problema dele;
  • como formular uma proposta que solucione esse problema;
  • como estabelecer um cronograma de trabalho;
  • como esse cronograma vai ser cumprido à risca para garantir a entrega do serviço.

A palavra-chave nesse esquema é o cliente. Quem contrata um serviço possivelmente quer qualificar um processo interno ou um conhecimento interno. Isso se torna muito importante e um diferenciador para a qualidade do que vai ser oferecido: você vai ser um prestador de serviço qualificado e alinhado com as necessidades do seu cliente ou um prestador de serviço com um processo único, que não entende o outro lado da moeda?

Flexibilização dos processos

Mais uma vez o design se encaixa muito bem nessa situação. Um prestador de serviços precisa enxergar o processo com os olhos do cliente e, consequentemente, moldar o processo de acordo com as necessidades dele — e não ter um processo engessado que inviabiliza o atendimento com flexibilidade.

Pensando dessa forma, desenhando o seu processo para que ele seja flexível e entenda o consumidor, você consegue ampliar os negócios. Você vai entender que a sua capacidade de atendimento é muito maior do que aquela inicial. Além disso, conseguirá diversificar negócios e nichos de mercado e encontrar perfis de clientes diferentes daqueles que achou que tinha no início.

Empresas como prestadoras de serviços

Pensar nesse desenho de processo e em um plano para colocá-lo em prática quando o prestador de serviços é um profissional autônomo, um consultor ou até mesmo um arquiteto parece mais fácil. Nessas situações, o trabalho é feito de forma mais independente.

Mas e quando a prestação de serviços acontece em uma empresa de tecnologia ou de advocacia? Afinal, a área engloba desde quem trabalha de forma individual até grandes companhias. Nesses casos, a cultura de atendimento e de enxergar as coisas pela ótica do consumidor precisa passar por toda uma cadeia.

Você tem um propósito, uma cultura do negócio, e essa cultura precisa estar em todos os pontos de contato. Se a empresa conta com dez colaboradores, todos são responsáveis pela qualidade do serviço. Eles precisam estar alinhados e muito cientes do propósito da empresa desde o início.

Saiba qual é o benefício oferecido

O prestador de serviço precisa saber qual o benefício desse serviço que está sendo oferecido para o cliente. Ele tem que conhecer a vantagem que é gerada e o tempo de retorno desse investimento que está sendo feito.

Normalmente, as pessoas não sabem indicar essas informações. É fundamental que você consiga mostrar ao seu cliente o quanto ele vai ganhar a mais com o seu serviço e o quanto isso vai gerar de economia.

Como aplicar o design na prestação de serviços

O primeiro passo é “arrumar a casa”. Antes de ofertar qualquer atividade, descreva muito bem o pacote de serviços que você ou sua empresa oferece. Não é raro entrar em site e não conseguir entender qual atividade a empresa faz.

Para não correr esse risco, defina o menu de serviços claramente, os processos de cada um e quais são as entregas de todos eles. O design pode auxiliar com pesquisas bem fundamentadas baseadas em planejamento e contextualização.

A metodologia que apoia todo o processo que envolve o Macrodesign, por exemplo, pode ser aplicada no setor de serviços em busca de resultados que tragam vantagens reais para o negócio.

Representação visual

Depois que o menu de serviços está formatado, é importante definir como isso vai ser representado visualmente, para além do texto. Como deixar o serviço prestado convidativo para o cliente?

Além disso, é importante escolher qual plataforma vai ser usada para a comunicação desses serviços — o que vai depender da profundidade daquilo que está sendo oferecido e, obviamente, de quem é a pessoa interessada no seu trabalho.

Todas essas etapas passam pelo entendimento do próprio prestador de serviços com relação às suas capacidades. Muitas vezes, ele pode descobrir potenciais que não sabia que tinha.

Seja encontrado

No mundo atual, apenas existir não faz mais sentido. Você precisa ser encontrado. Ter uma presença nas redes sociais é o mínimo esperado. Contar em sua página do Facebook ou em seu perfil no LinkedIn como você consegue ajudar uma empresa é o mínimo que você pode fazer pela comunicação do seu negócio.

O prestador de serviço estava acostumado com a divulgação boca a boca como a mais eficiente. Mas, hoje em dia, muitas buscas começam pelo celular. Os serviços que você oferece são encontrados dessa forma? Você está se comunicando bem com essa audiência?

Garanta que você está sendo encontrado em todos os meios que fazem sentido para quem procura o seu serviço e tenha uma boa relação com esses canais.

Quer saber como o Grupo Criativo consegue usar pensamentos e metodologias do design para fazer com que a sua empresa tenha uma prestação de serviços de qualidade e seja destaque no mercado? Entre em contato com a gente agora mesmo!

quer saber das novidades?

assine nossa newsletter