O estímulo visual é um dos grandes aliados das empresas que desejam motivar o consumo de seus clientes e melhorar a produtividade de seus funcionários. Por isso, a ambientação tornou-se um processo fundamental para engrandecer as organizações a partir da união entre design e marketing.

Você sabe como ela funciona? Leia o artigo e entenda como a configuração dos ambientes influencia o comportamento, o consumo e a produtividade. Boa leitura!

O conceito de ambientação aplicado às empresas

A ambientação é um processo que traduz o posicionamento, os valores, os objetivos e a identidade das companhias em cores e formas. Ela permite a criação de locais de trabalho inspiradores, capazes de motivar o quadro de funcionários a tornar-se mais produtivo e os clientes a permanecerem mais tempo ou fecharem mais negócios.

O objetivo principal dessa estratégia é tornar os espaços mais atrativos a partir de projetos que indicam — entre outras coisas — quais móveis, cores, elementos decorativos, placas de sinalização e iluminação são mais adequados.

A importância de realizá-la da maneira correta

Está claro que os elementos que compõem um espaço podem estimular o comportamento e o desempenho das pessoas. No entanto, é preciso destacar que essa influência só será positiva quando a ambientação for planejada corretamente. Do contrário, haverá o efeito inverso: funcionários desmotivados e clientes que não se sentem à vontade na empresa.

Por isso, é fundamental que o projeto seja realizado por profissionais experientes e com conhecimento do que é necessário para tornar os locais de trabalho ideais aos objetivos da organização.

O essencial para o desenvolvimento do projeto

O planejamento adequado de um ambiente corporativo precisa considerar questões como:

  • ergonomia: móveis adequados às atividades, espaços de circulação pertinentes e que conduzam ao fluxo desejado;
  • cores: paleta de tons de acordo com a identidade visual da empresa e aplicada estrategicamente;
  • iluminação: luz na medida certa para a realização de tarefas e para destacar pontos do ambiente ou produtos à venda;
  • conforto: áreas para descanso e confraternização, disponibilidade de assentos que colaborem para o aumento do tempo de permanência;
  • sinalização: placas visíveis e interessantes ao público, de acordo com as cores e formas determinadas para o projeto.

Outros pontos como integração, decoração, musicalização e aromatização dos ambientes também podem ser incluídos, caso estejam de acordo com os objetivos do projeto.

Os benefícios alcançados com a ambientação

Quando aplicada a pontos de venda, a ambientação atrai novos clientes, faz com que eles passem mais tempo na loja e aumenta as taxas de conversão de vendas. Além disso, deixa os vendedores motivados e receptivos. Em ambientes corporativos, os efeitos são colaboradores mais produtivos, inspirados, animados e com sentimento maior de pertencimento ao espaço.

Outro ganho trazido pelo planejamento dos locais de trabalho é o fortalecimento da identidade da empresa, que se torna mais visível e concreta na mente de funcionários e clientes a partir de interações memoráveis.

A ambientação é uma importante aliada do marketing para que as empresas alcancem melhores resultados com seus públicos interno e externo. Mais que deixar os ambientes bonitos, ela é capaz de reproduzir conceitos, disseminar valores e direcionar o foco, motivando colaboradores e clientes.

Quer descobrir como o design estratégico pode ajudar a sua empresa a obter bons resultados? Conheça os nossos cases aqui!

quer saber das novidades?

assine nossa newsletter